sábado, 22 de janeiro de 2011

SC Beira-Mar 0 x FC Porto 1 - Liga ZON Sagres - 2010/2011 - Jornada 17 - Mais um passo

Foto retirada de MaisFutebol

Pela primeira vez esta época - e desde há muitas épocas - que fui ver um jogo fora de casa. De todos os Estádios do Euro 2004, só tinha ainda estado - para além do Dragão - no Afonso Henriques. A primeira impressão foi: Isto é ainda mais feio ao vivo que na televisão.

Não sei também se pelo Porto fazia ou não muito frio, mas por Aveiro deu para dar uns valentes gritos de desespero dado que além de estar muito frio, estava também muito vento.

Sabia que o Beira-Mara não ia ser uma equipa fácil de ultrapassar. No jogo da Taça da Liga, jogaram sem qualquer titular - ou quase nenhum - e guardaram-se para o jogo em casa. Enganei-me. Entregaram-se bastante ao jogo, mas raramente nos puseram em apuros, e acabamos a lutar mais com um tal de João Ferreira do que com o Beira-Mar. Isto porque, qualquer coisa que desse livre contra o FC Porto, era marcado... Além disso não mostrou amarelos por duas mãos na bola dos jogadores do Beira-Mar. Qualquer toque era falta. Enfim... Já um jogador do Beira-Mar conseguiu fazer n faltas sem ver um amarelo. Descubra quem...

O campo em si não parecia grande coisa. A bola parecia prender, mesmo tendo a relva curta. Não sei se a quantidade de areia na relva tem alguma influência, mas notei que aquele relvado tem mesmo muita areia.

Ganhamos, mas não gostei do jogo. Não compreendi a chamada de Fernando para a titularidade com Guarín a cumprir. Não percebi a titularidade de Rafa quando até agora só comprometeu. E a já habitual preterência de Walter por um Hulk a ponta-de-lança, posição onde não "rende". Belluschi quanto a mim esteve uns furos abaixo do que é capaz, assim como Varela. Claramente em baixo de forma, é preciso recuperá-lo. James continua a precisar de crescer tacticamente. Uma palavra para Rolando: vi-o inúmeras vezes resolver problemas criados por outros. é para isso que lá está, mas também é preciso dar-lhe o devido crédito. Nota ainda para Otamendi. Muitas vezes quer sair a jogar ou fazer um passe a lançar o ataque. Muitas vezes isso lhe corre mal e nos apanha em contra-pé. Deve ter mais cuidado com isso.

Não sei se o penalti de Hulk é penalti. Vi o lance de "lado" e por isso nao consigo ver se ha mesmo penalti. gostava de rever as imagens. E gostava também de ver as imagens de um lance antes deste em que os nossos jogadores se queixam de uma falta na área, se não estou em erro sobre Rolando.

Ganhamos 1-0, mas podiamos ter ganho por mais... Faltou alguma sorte. Que falta faz Falcão. Como o nosso ataque melhora com ele em campo...

Venha o Nacional!

2 comentários:

  1. Bom dia,

    Ontem dominamos e controlamos o Beira-Mar praticamente o desafio todo.
    O Beira-Mar apenas metia bolas na nossa grande área em livres laterais, que ontem foram muitos. Alguns deles injustificados, pois os aveirenses ao mínimo toque mandavam-se ao tapete, pois sabiam que só de bola parada poderiam marcar.

    Rolando esteve imperial na defesa, grande exibição.

    Sapunaru, Otamendi, Rafa e Fernando também estiveram bem, fazendo exibições tranquilas.

    Helton está a fazer a melhor época ao serviço do Porto. Muito seguro e dialogante, transmitindo segurança aos colegas de sector

    Moutinho foi um jogador importantíssimo nos equilíbrios defensivos da equipa, efectuando cortes fantásticos nas saídas para o ataque dos aveirenses, e dobrando colegas.

    Belluschi fez um bom jogo, tentou sempre desequilibrar, com alguns pormenores técnicos fantásticos.

    James e Varela foram dinâmicos, e Hulk foi o melhor em campo, mais uma vez desequilibrou, deu velocidade ao jogo, e foi sempre uma seta apontada à baliza aveirense.

    Fantástico o apoio dos nossos adeptos à equipa, e adorei rever Lucho na tribuna a puxar pelo seu clube.

    No Beira-Mar retenho a exibição do central brasileiro Kanu, que tal como no Dragão para a taça da liga, ontem fez uma excelente exibição. Um jogador a merecer atenção.

    Quanto ao árbitro ... provocador ao vir cumprimentar Villas Boas, e com muitas paneleirices durante o jogo, marcou faltas ridículas contra o FC Porto, que proporcionaram livres ao Beira-Mar.

    Agora na quarta-feira temos de vencer o Nacional para dar um grande passo rumo ao título.

    Aguardamos entretanto os desenvolvimentos da agressão de Jesus a Luís Alberto, que estão a tentar escamotear.
    E não esquecer a arbitragem habilidosa de Bruno Paixão que expulsou 3 jogadores do Rio Ave, que por coincidência não vão poder jogar para a Taça de Portugal diante do Benfica.

    Abraço e bom fim de semana.

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Resumindo e concluido ... mais uma vitoria para um scoe fantastico ... 17 jogos 15 vitorias ... que mais poderiamos esperar ?!?!?!
    Quanto ao restante, as agressões, as expulsões, as arbitragens e tudo resto ... só temos que ter uma postura ... ganhar todos os jogos. No entanto não deixar passar estas tentativas para nos derrubarem.

    Um abraço

    http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar