domingo, 8 de maio de 2011

FC Porto 3 x FC Paços de Ferreira 3 - Liga ZON Sagres - 2010/2011 - Jornada 29 - Está quase!...

Foto retirada de MaisFutebol

Terminou a penúltima jornada deste campeonato. Estamos a 1 jogo de conseguir algo que até agora não tinhamos logrado: Terminar o campeonato sem derrotas.

Há jogos assim, em que podíamos ter vencido por 5 ou 6, e acabamos o jogo a empatar 3 a 3.
Muitos poderão julgar que jogamos relaxados, e assim displicentes. Não estarão totalmente errados.

O primeiro golo do Paços nasce de uma falha infantil de Rolando. O último aparece com um Beto, na minha opinião, mal posicionado. Já o segundo, nasce de um penalti não assinalado que provavelmente nos daria o 4-1, mas que numa sequência bizarra de acontecimentos, acaba por se tornar no golo do 3-2, em que Pizzi se encontra claramente adiantado em relação aos demais.

Juntando os foras-de-jogo mal tirados aos nossos rapazes que ficavam cara a cara com o guarda-redes, não fossem os jogos com o Benfica da Supertaça e na Luz, este teria sido para mim a pior arbitragem da época. Já contra o Limianos, Cosme Machado teve uma actuação má, hoje repetiu a dose... E com isso impediu-nos de obter a 17ª vitória em casa para o campeonato, o que daria uma taxa de sucesso de 100% em casa nesta liga...

A entrada ao Moutinho é das mais despropositadas que já vi fazer. Qual a intenção do puto Nelson Oliveira a entrar assim? Parecia que a vida dele dependia daquele jogo em que nem o Porto nem o Paços tinham algo em jogo a não ser os 3 pontos... Espero que Moutinho recupere rápido.

Quanto ao futebol em si, realço os momentos de brilhantismo a que assistimos durante a partida, com as combinações e constantes trocas de bola que nos davam um cheirinho a tiki-taka barcelonista, e que nos dava a sensação que este jogo iria ser mais um que iríamos ganhar sem problemas. Oportunidades não faltaram. Faltou um pouco de sorte.

Beto esteve bem durante quase toda a partida. Penso que poderia ter feito melhor no 3º golo.

Sereno parecia ter um foguete auxiliar, pois vi-o fazer tantos piques durante o jogo, que me perguntei onde andava este corredor dos 100 metros durante o resto da época. Bom jogo. Rolando esteve algo infeliz, principalmente no primeiro golo do Paços. Já Maicon e Álvaro tiveram uma actuação regular, com o Palito sempre voluntarioso na hora de atacar. Foi um jogo bem disputado, agradável de ver. 

As chamadas de Souza e Micael ao onze pareceram não colocar em causa a forma de jogar da equipa, o que nos dá cada vez mais a ideia de que soluções não faltam e que para o ano o nível vai subir ainda mais, pois quando há luta interna por uma posição, quem ganha é a equipa e os adeptos. Já Moutinho, até à pancada que levou, esteve ao seu nível.

James, Hulk e Falcão, foram dos melhores em campo. Não podia deixar de ser. Já nos habituaram a isso. Falcão e Hulk são de outro mundo, como quem diz outro campeonato. James está a crescer. Daqui a um ano ou dois estaremos também na iminência de o perder para outros campeonatos.

29 Jogos 26 vitórias e 3 empates

Está quase!...

1 comentário:

  1. Bom dia,

    Ontem foi uma grande festa, com um estádio quase lotado, com alguns adeptos do Paços, na sua maior parte com cachecol do Paços e do FC Porto a festejarem também.

    Entramos bem na primeira parte, e construímos um resultado que aparentemente nos permitiria fazer uma segunda parte descansada.

    Todavia com o escorregão infeliz de Rolando (o relvado havia sido intensamente regado no intervalo, o Paços aproveita, e Pizzi marca logo no início da 2ª. parte relançando a partida.

    O Porto reage e faz o 3 a 1.

    Mas como não há festa sem palhaços, aparece o primeiro ... o Cómico Machado, que não assinala grande penalidade sobre Hulk, e o Paços em golo irregular reduz para 3 a 2. Depois surge o segundo palhaço do encontro, de seu nome Nelson Oliveira que com uma entrada violenta põe fora de campo Moutinho lesionado. A partir desse momento o FC Porto não mais se encontrou no miolo, perdendo os equilíbrios defensivos.

    Souza fez uma péssima partida, e Maicon e Rolando estiveram muito desconcentrados.

    Aproveitou Pizzi (atenção a este miúdo - grande jogador)que com uma grande remate fez o empate.

    E eis que surge o terceiro e último palhaço do jogo de seu nome Ozéia que nos festejos do golo fez o manguito para a bancada norte, insultando os adeptos portistas sem motivo algum para tal. Lamentável. Não sei se existem imagens. Este urso devia ser punido pela comissão disciplinar.

    Quanto ao resto foi uma bonita festa no final e a equipa bem o mereceu.

    Continuamos invictos e espero que na última jornada, mantenhamos a mesma situação.

    Abraço e boa semana

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com

    ResponderEliminar